04 março 2009

O problema das trocas

venho aqui falar do problema das trocas...

Estou em atraso numa troca com a Magda, do blog Duas estrelinhas, é um facto. Nunca o neguei nem inventei desculpas por ainda não ter enviado, apesar de ja terem passado 3 meses...

Enviei-lhe um email a informar que estava atrasada e depois disso não disse mais nada. Realmente pequei nesse sentido, mas a vida anda a 1000 à hora e nem sempre conseguimos fazer tudo o que pretendemos e acabamos de diferir coisas em prol de outras. O dia só tem 24h, surgem imprevistos, passam-se 14 horas fora de casa e por vezes simplesmente não dá.

Agora o que eu não acho nada correcto é a abordagem que fazem quando isto acontece.

Eu também ja estive do "outro lado". Ainda agora tenho uma troca pendente e dou um voto de confiança na outra pessoa. Pelo facto de visitar o seu blog, ver que está "atrapalhada" com tanta encomenda entre outras coisas, vou ficando no meu canto até a pessoa poder respirar e dizer qualquer coisa. E se não disser, então envio um email a perguntar o que se passa...sem acusar!

Porque é aí que se peca...Eu compreendo que por vezes, as situações não se resolvam, que muitas de nós já estejam de pé atrás mas não podemos misturar as coisas. Não somos todas farinha do mesmo saco. E sem tentar perceber o porquê primeiro, não adianta de nada acusar ou ser malcriado.

...e foi o que fizeram comigo. Eu, que recebi uma troca no ano passado completamente fora do tema e simplesmente enviei um email à pessoa a questionar sobre esse motivo. Eu, que até hoje não recebi respsota dessa pessoa. Eu, que por esse motivo, não escrevi nada no meu blog a acusar a pessoa e achar isto e aquilo.

Como moderadora, também não me dirigiria à pessoa com o dedo apontado logo no 1º email que enviaria a perguntar o porquê do atraso.

A Magda tem toda a razão a ficar zangada, triste, desiludida comigo...e quanto a isso o meu pedido de desculpas público. Já indiquei que irá receber a troca muito brevemente.

Agora quanto ao resto e à outra pessoa, não admito a ninguém que me fale "no tom" com que se dirigiu a mim. Porque eu nunca falei assim para essa pessoa.

Como acredito na liberdade de expressão, não se acanhem a comentar, sejam vocês as "lesadas" neste post ou não e simplesmente queiram comentar. Acho que é a falar naturalmente, que as pessoas se entendem... Mas sem faltas de respeito por favor.

Obrigada,
Sara

4 comentários:

Catarina Fernandes disse...

vai tudo correr bem,.
por vezes as pessoas sao tmperamentais de mais mas tudo se resolve

Catarina Fernandes disse...

ps: nova seguidora

DuasEstrelinhas - Two Little Stars disse...

Olá Sara! Acabei de ler o teu post e queria dizer-te que eu não te apontei o dedo com intenção que mais alguém o fizesse, estava triste, tenho andado triste (por motivos q tb estão no blog) e escrevi aquilo que me ia na cabeça cm smp o faço. Por acaso passei por aqui hj só para t dizer que ia apagar o post uma vz que estamos entendidas e mais ninguém tem nd a ver com isso, qd me apercebi pelo que li que mais alguém te disse algo! Não era a minha intenção. E ctg só estava triste pq nunca mais tinhas dito nada, e não por não teres enviado ainda. Se precisares de tempo estás à vontade, não me deixes é esquecida, sem dizer nd, isso é que me chateia. Eu sei q tds nós nos podemos atrasar por 1000 motivos, mas avisa-se, não é? Espero que não fiquem ressentimentos. Beijinhos*

Vera Miranda Silva disse...

Ola Sara!!
Tenho uma troquinha no meu blog, gostava muito que participasses.
Bjokas
Vera